Publicações

STF arquiva inquéritos da Operação Lava Jato em Curitiba

Matéria do Migalhas analisa decisão do Ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, que acolheu pedido de Ráo & Lago Advogados e dos escritórios Sepúlveda Pertence Sociedade de Advogados e Almeida Castro Advogados para trancar inquéritos policiais da 64ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada em agosto de 2019 pela Justiça Federal de Curitiba.

Na decisão, o Ministro entendeu que “assiste razão à defesa quando alega que houve a deflagração de medidas de busca e apreensão e a manutenção de investigações por prazo desarrazoado com base apenas nas declarações do colaborador Antônio Palocci, sem a existência de elementos externos de corroboração apresentados pelo delator”.

 

 

Ver matéria.